quinta-feira, 26 de setembro de 2013

O brinquedo do mal e as vítimas da intolerância


  
Em 1966 o diretor de cinema francês Claude Jutra produziu o curta-metragem “Skate – Rouli-Roulant” (nos EUA foi batizado de The Evil`s Toy – o brinquedo do mal). Ele filmou crianças, meninos e meninas adolescentes, brincando com a então novidade em Montreal, Canadá. Nessa época ainda não haviam pistas e andar de skate se resumia em descer pequenas ladeiras, em pé, sentado ou deitado. Essa inocente diversão já era considerada contravenção e os skatistas sofriam repressão da polícia. Indignado, Jutra decidiu fazer esse documentário e dedicar à “todas vítimas de intolerância”. O curta original é todo em francês (essa versão postada é em inglês), mas não é preciso legendas para entender a mensagem. E as imagens, em preto e branco, com a linda trilha-sonora, fazem de Rouli-Roulant uma obra-prima do cinema canadense. Check:


O curioso é que, quase 50 anos depois, mesmo com o skate em evidência, estando no horário nobre da TV, movimentando a economia mundial, popularidade dentro de todas classes sociais, os skatistas ainda são vítimas de intolerância.

Fonte: SKATAHOLIC.

2 comentários:

  1. Aí, galera! Irado o projeto e a iniciativa de vocês!!!!
    Sou de Santos e produzo uma revista digital, semema.com
    Fizemos uma matéria sobre um moleque skatista daqui, talvez seja interessante pra vocês. Segue endereço da matéria: http://semema.com/?p=453
    Falamos sobre diversos assuntos em nossa revista, entra lá e dá uma fuçada, tenho certeza que vão gostar.
    Valeu!!!
    Ju.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Massa Ju! obrigado pelo reconhecimento, estamos juntos pelo skate sempre!... Demos uma olhada e curtimos muito a matéria de vocês, pensamos em logo republicarmos aqui também pelo blog, mais lhe avisamos antes. Parabéns pela página esta muito legal mesmo, tanto as materias quanto a interatividades com o público e seus expectadores.

      Vamos mantendo contato já estamos seguindo vocês no twitter e facebook. Se quiser pode nos acompanhar também pelas sociais: @sugcrew Facebook.com/SugCrew.

      Abraços, valeu!
      SUG Crew.

      Excluir